Os consultórios de psicologia têm recebido frequentemente crianças que “não acompanham a sala”, que são “desatentas” e algumas ainda que chegam com hipóteses diagnósticas de síndromes ou transtornos; faz-se necessário um evento para discutir e questionar os fenômenos e os desafios colocados para a educação no mundo contemporâneo. As escolas de hoje muito se parecem com as escolas em sua origem, porém a infância sofreu grandes mudanças; as crianças do século XXI tem acesso à informação através da internet ao invés de enciclopédias, os brinquedos passaram de bolas para tablets, sendo ainda esperado que essas crianças fiquem sentadas, copiando a matéria em seus cadernos. E a tendência ainda presente é que qualquer comportamento que fuja ao esperado seja motivo de encaminhamento a um especialista. Esse evento propõe-se, assim, a aprofundar o estudo e a discussão de problemas que estão na pauta do dia da psicologia no recorte da educação.

Saiba mais