De 9 a 11 de novembro de 2016

Local: UERJ - Rua São Francisco Xavier 524, auditório 93, Maracanã, Rio de Janeiro, RJ

A partir de R$ 35

Inscrições

Evento no Facebook

Adicionar ao Google Calendar

Enquanto empreendimentos pertencentes às Ciências Humanas, os saberes psi se construíram eminentemente como uma ciência masculina, ocidental, europeia-estadunidense, branca e burguesa. Assim, tomando o Homem como norma, seja no que tange ao sujeito do conhecimento (personagens históricos celebrados na disciplina), seja no que diz respeito ao seu objeto, a ciência psicológica permaneceu comumente presa a este Homem-norma, tendo relativo embaraço em contemplar os sujeitos que estavam fora dessa norma.

Nesse sentido, e em decorrência da crítica a esse enquadramento, o XII Encontro Clio-Psyché convoca pesquisadores da área para submissão de trabalhos que consistam em reflexões historiográficas referentes aos seguintes eixos temáticos.

EIXO 1: As ciências do Homem entre a criança e o menor

Este eixo temático procura agregar trabalhos que discorram sobre as trajetórias históricas das distintas formas pelas quais “crianças”, “menores”, ”jovens”, “adolescentes” e categorias subjetivas correlatas foram apropriadas e tematizadas pelos saberes psi. Contempla ainda trabalhos que situam a infância na interseção entre os saberes psi e a educação, a higiene, a assistência, a saúde e a justiça.

EIXO 2: Insanidade, desvio, loucura

Este eixo temático procura agregar trabalhos que versem sobre a inter-relação dos saberes psi e a loucura, em suas diversas concepções históricas e culturais. Situam-se neste eixo reflexões historiográficas sobre o internamento dos loucos (e sua desinstitucionalização), a patologização ou criminalização dos comportamentos anti-hegemônicos e das classes subalternas, bem como os diferentes dispositivos conceituais e institucionais que foram historicamente engendrados para sua correção/exclusão.

EIXO 3: Gênero e sexualidade: construção e desconstrução

Este eixo temático objetiva acolher reflexões historiográficas sobre os saberes psi, gênero e diversidade sexual, em suas múltiplas manifestações. Procura-se acolher tanto reflexões acerca dos diferentes processos normativos que incidiram sobre os gêneros e as sexualidades (inclusive no que diz respeito à patologização), quanto suas linhas de fuga e processos de resistência. São esperados também trabalhos que enfatizem e visibilizem o protagonismo feminino enquanto autoras de saberes e práticas em Psicologia, Psiquiatria e Psicanálise.

EIXO 4: Minorias Étnicas

Este eixo temático procura reunir trabalhos historiográficos que versem sobre a pouco explorada relação entre saberes psi, e as minorias étnicas, tais como, por exemplo, negros, indígenas e quilombolas. Esperam-se reflexões acerca da influência do racismo científico na constituição conceitual e epistêmica do campo psi (e suas permanências), bem como estudos que apontem o caráter colonial que permeou a apropriação da ciência europeia e estadunidense nos países “do Sul”.

EIXO 5: Outras reflexões historiográficas

Este eixo temático procura reunir trabalhos historiográficos sobre múltiplos aspectos dos saberes e práticas psi e sua interface com os processos sociais, culturais, assim como com saberes acadêmicos fronteiriços. Espera-se particularmente trabalhos que privilegiem o enfoque sobre os contextos brasileiro e latino-americano.

Este evento é organizado por você?