A psicanálise foi definida por Freud como um procedimento de pesquisa, um método de tratamento e uma ciência, apresentando muitas maneiras não só de tratar como de produzir seu saber. Com mais de 100 anos de sua fundação, a psicanálise encontra-se numa situação na qual há uma diversidade de métodos sendo utilizados no seu campo de atuação, métodos que nem sempre são explícitos e às vezes também são questionáveis. Nesse evento, que prepara a realização do II Encontro Internacional do GT Psicanálise, Subjetivação e Cultura Contemporânea (ANPEPP), apresentaremos alguns membros do GT comentando a questão da metodologia de pesquisa em psicanálise.

Organização: GT Psicanálise, Subjetivação e Cultura Contemporânea (ANPEPP)

Coordenação
Leopoldo Fulgencio (coordenador do GT, IPUSP)
Daniel Kupermann (IPUSP)

Conferencistas Convidados
Prof. Dr. Cristian Hoffmann (Paris VII)
Prof. Dr. Ivan Estevão (IPUSP)
Prof. Dr. Daniel Coelho (UFS)
Prof. Dr. Rogério Lerner (IPUSP)