26, 27, 29 e 30 de setembro de 2016

Horário: das 9 às 12hs

Local: IPUSP - Auditório Carolina Bori – IPUSP, Bloco G, São Paulo, SP

Inscrições

Adicionar ao Google Calendar

Instituto de Psicologia da USP promove o seminário internacional “Fenomenalidade da violência como arqui-fato do viver/operacionalidade ou relação entre fenomenologia e práticas clínicas”, com Florinda Martins, da Universidade Católica Portuguesa – Porto.

A redefinição da pessoa pela redefinição do eu e da consciência é um tema que interessa hoje às neurociências, à filosofia e às diversas práticas clínicas. Depois de termos redefinido o inconsciente pela fenomenalidade da consciência na modalidade de sentimento de angústia, temor, vontade de auto-destruição (mal-estar); mostramos que a fenomenalidade do sentir tinha uma dinâmica afetiva própria, incompatível com a fenomenalidade da representação, e que mais se parece com a fenomenalidade da alucinação. Queremos agora mostrar que os fenômenos da alucinação são originariamente relacionais: a fenomenalidade do pathos é, em sua matriz, relacional. Será a partir da sua fenomenalidade específica do pathos como relação que encontraremos a dinâmica do viver enquanto viver com o outro em um mundo que é o nosso. Tendo como base o texto de Michel Henry “O nada e a ação: de Kierkegaard a Heidegger” apresentamos uma fenomenalidade do agir humano a partir dos seus constrangimentos e limites, para neles encontrarmos saída pelo envolvimento nos processos originários da vida traduzidos em criatividade na resolução daquilo com que, na vida, o eu embate.

Organização: Prof Associado Andrés Eduardo Aguirre Antúnez

Apoio: Comissão Coordenadora do programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica do IPUSP, Núcleo de pesquisa e laboratório Prosopon – IPUSP e GT ANPEPP: Psicologia e Fenomenologia

Este evento é organizado por você?